A lição de John, Paul e George para a distribuição de hotéis

por Augusto Ohashi, Diretor de Corporações, Hotéis e Carros, Amadeus América Latina

Quem gosta de Rock, e mais especificamente dos Beatles, sabe que a falta de sintonia entre os três principais membros da banda – John Lennon, Paul McCartney e George Harrison – foi peça fundamental para a dissolução da banda, em 1970. Em suas carreiras solo após a separação, todos escreveram canções em que citam esse problema de relacionamento, como “How Do You Sleep?” (Lennon), “Wah-Wah” (Harrison) e “Too Many People” (McCartney).

A lição que isso deveria ensinar a todos, inclusive às empresas, é que se a falta de harmonia pôde separar seus integrantes, que formaram uma das parcerias consideradas mais sólidas e brilhantes na história da música, todos deveriam se preocupar em tratar seus companheiros de forma especial, sejam clientes, fornecedores ou sócios.

Nos negócios, não é diferente. Parceiros tecnológicos de verdade participam ativamente da cadeia produtiva à qual estão inseridos, contribuindo para uma efetiva e madura cooperação comercial de longo prazo, ao invés de prover apenas o meio para que seus clientes possam obter sucesso nos negócios. No caso da indústria de viagens, somente com uma atuação participativa de todos os integrantes poderemos tocar a nota certa, para garantir a satisfação do cliente e, consequentemente, aumentar a produtividade de toda a cadeia.

A Unidade de Hotéis da Amadeus abraçou a parceria com clientes e fornecedores como uma regra dos negócios, um “business-as-usual” eterno que está se provando uma boa receita para enfrentar os crescentes desafios postos pelo cenário em constante mudança. Para assegurar que a afinação esteja sempre perfeita, estabelecemos uma conexão única entre provedores e agências.

Às agências que são nossas clientes, oferecemos um benchmark sobre as tarifas e disponibilidades dos hotéis nos destinos mais procurados pelos viajantes. Por exemplo: se sua agência possui necessidade de informações especiais para a Cidade do Cabo, não precisará fazer grandes malabarismos para saber quantos hotéis terão mais disponibilidade e como conseguir melhores tarifas. Nós fazemos esse trabalho por você. Esse ritmo perfeito está assegurando que nossos clientes consigam as melhores ofertas para seus clientes e maior rentabilidade para as agências a cada dia.

Mas esse não é o único benchmark que fazemos. Também temos capacidade de oferecer um estudo detalhado do inventário dos nossos parceiros de hotel para você, para que tenha informação valiosa que embasará sua estratégia hoteleira em dados.

Temos ainda uma forma muito eficiente de lhe ajudar a carregar as tarifas que você negociou diretamente com os hotéis. Graças à nossa funcionalidade de auditoria de tarifas, realizamos verificações periódicas e automáticas para assegurar que a sua tarifa negociada esteja corretamente carregada no sistema.

Se sua agência tem tarifas carregadas em um outro GDS e você acha que demandará muito trabalho para migrá-las ao sistema Amadeus, é porque ainda não conhece nossa funcionalidade de tradução de código de tarifas, que torna esse trabalho mais fácil e rápido.

Aos hotéis, garantimos que eles sejam visualizados e pesquisados por mais de 92.000 agências de viagem em todo o mundo, que realizam mais de 3,7 bilhões de reservas por dia. Além disso, com as novas soluções de travel intelligence da Amadeus, também disponibilizamos relatórios de tendências de mercado por meio de análise de big data dos dados que processamos todos os dias, e oferecemos a possibilidade de anunciar suas propriedades em nossos canais, aumentando ainda mais as chances de reserva.

Também teremos novidades de soluções em pagamentos para hotéis em breve na região, que possibilitará a redução de fraude, além da conciliação e faturamento com mais agilidade para os provedores.

Todas essas inovações são parte das estratégias da Amadeus para desburocratizar o trabalho dos agentes de viagens e potencializar as oportunidades para todos os provedores de viagens, por meio de automatizações que atingem toda a cadeia de transações e que estabelecem uma nova melodia ao dia a dia da indústria de turismo.

Concluindo, nossa premissa está focada para que, em nossos negócios, toquemos mais “Ticket to Ride” do que “Help!”.

Saiba mais em http://br.amadeushotelandcar.com/ para entrar na banda e construirmos juntos o futuro das viagens no segmento de hospedagem!

 

Leave a comment